São Vicente busca ambiente mais acolhedor em parceria com o Hospital Sírio-Libanês

O Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV) firmou uma parceria com o  Hospital Sírio-Libanês, a Johnson & Johnson e o Institute for Healthcare Improvement”, para integrar o projeto ReConecTAR – Rede de Conexão Trabalho com Alegria e Resiliência, iniciado em fevereiro deste ano e que deve ser concluído em 2022.

“Sempre acreditamos que seguir os passos das instituições mais renomadas e de excelência, que sabem fazer muito bem o quê se propõem a fazer, fosse o caminho certo para melhorar a qualidade dos nossos serviços prestados”, diz o superintendente do Hospital São Vicente, Matheus Gomes.

O HSV informa que o objetivo é promover o bem-estar no ambiente de trabalho por meio de ações que estimulem a resiliência e a alegria. O desafio é grande, especialmente diante do enfrentamento à pandemia Covid-19, que já ultrapassa um ano. “Justamente diante deste cenário é que precisamos nos mover para que todos sintam-se bem no local onde passam a maior parte de seu tempo, dedicando-se a outras vidas”, explica Matheus.

Nesta sexta-feira (18), gestores e coordenadores da Clínica Cirúrgica I, setor escolhido para a implantação do plano piloto, participaram de atividades para avaliação da fase inicial do projeto. O intuito foi apresentar alguns dos resultados já obtidos por meio de pesquisas anônimas e estimular a participação contínua deste processo.

“A partir desses resultados teremos condições de implantar novas iniciativas, que venham ao encontro das expectativas de nossos profissionais. Também acreditamos que todos vocês têm boas experiências profissionais e as sugestões de todos são muito bem-vindas neste processo”, destacou aos presentes.

Bem-estar

De acordo com Viviane Rasera, presidente do Time de Humanização do HSV, atualmente 17 instituições de todo o Brasil participam do projeto. Em médio prazo, a meta é aumentar a percepção de participação dos colaboradores em decisões locais que afetam o trabalho; dar maior valor ao significado pessoal; e garantir a transparência, a segurança, o bem-estar físico e psicológico na unidade. “Colaboradores, pacientes e acompanhantes sentirão os reflexos desta iniciativa de forma positiva, gerando um ambiente mais colaborativo, acolhedor, alegre e eficiente”, diz.

O superintendente lembrou que a gestão atual almeja que os profissionais desenvolvam uma relação de confiança e construção conjunta. “Estaremos sempre trabalhando de forma justa e comprometida em fazer o melhor dentro de nossas possibilidades e contamos com todos vocês”, finalizou.

Com informações da assessoria de imprensa