REGIONAIS: Futebol masculino se recupera

O gol salvador de Maurílio aos 20 minutos do primeiro tempo manteve vivo o sonho de Jundiaí, representada pela garotada das categorias de base do Paulista, de brigar por medalha no futebol masculino dos 60º Jogos Regionais de Avaré. O time tricolor bateu Salto por 1 a 0 na manhã desta segunda-feira (25) no acanhado campo do Centro Esportivo Paineiras.

O resultado marcou a recuperação dos jundiaienses na competição, já que na estreia, no domingo (24), haviam perdido para Alumínio também por 1 a 0. No outro jogo do grupo nesta segunda-feira, Alumínio assumiu a liderança da chave ao passar por Itapeva por 1 a 0.

Jundiaí está na terceira colocação com os mesmos três pontos de Salto, mas atrás no saldo de gols. 0 contra 1 do rival. Alumínio tem seis pontos, com dois gols de saldo, enquanto Itapeva não somou pontos e tem saldo negativo de três gols. Dois times avançam à próxima etapa do torneio.

A rodada decisiva será nesta terça-feira (26). Jundiaí joga contra Itapeva, enquanto Alumínio pega Salto. “É uma chave muito parelha em que todos ainda têm chances de classificação. Temos que vencer de qualquer maneira, mas sem menosprezar o adversário, que embora acumule duas derrotas ainda alimenta a possibilidade de chegar”, comenta o coordenador do futebol de Jundiaí, Moisés Nunes.

Jundiaí fez uma melhor apresentação contra Salto se comparada a exibição de estreia contra Alumínio. O técnico Honório Rufino Neto, o Netinho, mudou a postura da equipe em campo por conta das dimensões do gramado, consideradas reduzidas em relação ao do Estádio Jayme Cintra e que favorece a retranca.

De acordo com Moisés Nunes, equipe jogou mais agrupada e tentou sufocar Salto em seu sistema defensivo. O adversário, que havia vencido na estreia, jogou por uma bola em contra-ataques. O raciocínio não se confirmou, e pior, Salto foi surpreendido ainda no primeiro tempo com o gol de Jundiaí.

Aos 20 minutos, em jogada que começou em um lateral, Clay, que substituiu Zunquinha, contundido, cruzou para Maurílio completar entre os zagueiros. Jundiaí continuou no ataque, criou oportunidades para ampliar, mas não teve êxito. Salto pouco incomodou o goleiro Eduardo. Final 1 a 0.

Jundiaí venceu com Eduardo; Clay, Jéferson, Robert e Matheus; Carlinhos, Cris, Maurílio (Giovanni) e Moisés; Rogério e Maranhão (Levi).

%d blogueiros gostam disto: