Prefeitura terá 400 Km de fibra ótica

A Prefeitura de Jundiaí concluiu um projeto de cabeamento da cidade para equipar os órgãos públicos com a mais avançada tecnologia de transmissão de dados: a fibra ótica.

O diretor da Companhia de Informática (Cijun), Gilberto Novaes, disse que serão 650 pontos conectados, controlando todas as câmeras existentes e a expansão; semáforos, Unidades de Saúde, escolas, bibliotecas, praças, UPAs e todos os órgãos públicos com “uma mega velocidade para todos os lugares a um custo muito baixo para a cidade”.

Gilberto disse que ao assumir a Companhia, viu que havia muitos problemas, dentre eles os contratos com fornecedores de internet de banda larga.

A Prefeitura pagava R$ 275 mil por mês em todos os links, onde o mais rápido era de 2 mega. “Depois do sistema que construímos passou a R$ 75 mil por mês, onde o menor link é 10 megas”.

A partir daí surgiu a ideia de montar uma rede própria de fibra ótica, unindo todos os órgãos públicos e equipamentos, como as câmeras de monitoramento e os semáforos. O prefeito Pedro Bigardi aprovou a ideia. Nos Jogos Regionais a Prefeitura já testou a instalação de fibra ótica com uma rede de 55 Km.

Com um projeto de lei enviado para a Câmara Municipal, e aprovado pelos vereadores, a Prefeitura buscou investimentos para construir essa rede de 400 Km.  Gilberto Novaes disse que são poucas as cidades que possuem esse projeto e além de economizar dinheiro público, a Companhia de Informática vai melhorar a vida do cidadão.

O “Jornal da Região” já publicou vários problemas em unidades de saúde que ficam sem sistema de agendamento de consultas. Moradores de bairros distantes ficam dias sem poder marcar consultas por causa das falhas nos provedores.

%d blogueiros gostam disto: