Professora dá dicas para se dar bem na redação do Enem

Para ajudar os estudantes que estão se preparando para o Enem nos dias 5 e 6 de novembro, boas dicas são sempre bem-vindas. Principalmente quando o assunto é a redação – uma das principais preocupações dos inscritos. A professora de redação do Colégio Divino Salvador, Ana Agnolini, dá a dica: é sempre preciso um bom português e, claro, muita leitura e treino.

Ana afirma que produzir textos regularmente, com a correção feita pelo professor de acordo com a grade do Enem e dos principais vestibulares do país, é o primeiro passo. “É assim que trabalho com os alunos aqui do Divino. Além disso, busco sempre estimulá-los a escrever sobre os temas que estão em destaque na mídia. Ano passado produzimos dissertações justamente sobre o tema solicitado no exame: violência contra a mulher. Por tê-lo discutido em classe, produzido e até reescrito o texto, em alguns casos, nossos alunos estavam seguros na prova e o resultado foi novamente bastante satisfatório”.

Para este ano, a professora acredita que a intolerância pode ser um dos temas do exame, já que tem sido pauta no Brasil e no mundo. “Normalmente o tema da redação do Enem é de contexto brasileiro e de conhecimento dos estudantes de todo o país. Por isso também é possível que este ano possa ser algo na área de saúde, pois nenhuma prova tratou dessa área na redação”.

Seguem algumas dicas da professora Ana Agnolini para ter um bom resultado na prova de redação do Enem:

•    Administre bem o tempo, principalmente no domingo, quando terá de responder a 90 questões objetivas e produzir o texto dissertativo-argumentativo, em 5h30min;

•    Esteja atento aos assuntos que são destaque na mídia, nas diferentes áreas do conhecimento;

•    Na redação, discuta o tema solicitado e, na conclusão, ao elaborar a proposta de intervenção, apresente dois responsáveis e duas ações que “solucionem” e/ou minimizem o problema discutido;

•    É importante respeitar os Direitos Humanos, ao elaborar a proposta de intervenção;

•    Colocar algum diferencial na argumentação: uma citação ou uma analogia histórica, por exemplo, que atenda ao tema e, ao mesmo tempo, fuja do senso comum.

Dados do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) divulgados este mês mostram que o Colégio Divino Salvador ficou em 1º lugar na prova de redação do Enem 2015 entre as escolas particulares no comparativo dos 30 melhores alunos de escolas particulares de Jundiaí.

O aluno que faz a prova do Enem pode ter diferentes objetivos: obter diploma de Ensino Médio, conseguir uma vaga em uma universidade pelo SISU ou garantir desconto pelo Prouni. O Colégio Divino Salvador incentiva seus alunos a fazerem a prova para se prepararem para os vestibulares desde o 1º ano do Ensino Médio.

%d blogueiros gostam disto: