Açúcar em excesso faz mal à saúde

BÁRBARA LEÃO

O açúcar é um dos grandes males da alimentação hoje em dia. Mas o grande problema não é só o ganho de peso após consumir muito refrigerante, suco de caixinha e doces. O excesso pode causar muitos problemas de saúde.
A Organização Mundial da Saúde recomenda que a ingestão diária de açúcar não ultrapasse 10% das calorias consumidas, ou 25 gramas por dia. Porém, neste limite já estão os açúcares dos alimentos, até mesmo dos salgados (arroz, pães e massas).
O consumo em exagero não é digerido e vira gordura. De acordo com os médicos pode desencadear hipertensão, doenças cardiovasculares e obesidade. Esse último facilita o diabetes tipo 2, patologia crônica subestimada pelos “formigas”. A doença torna o organismo resistente à insulina, que é um hormônio produzido pelo pâncreas para controlar a entrada de açúcar nas células. Se a insulina produzida é insuficiente ou ineficaz, os açúcares acabam retidos na corrente sanguínea, acarretando uma série de complicações e até a morte — caso a enfermidade não seja devidamente tratada.
Além do controle de ingestão de açúcares, a orientação dos médicos é substituir o suco de caixinha pela fruta e “fugir” dos saches. Fazer atividade física também é recomendável e comer de forma mais saudável substituindo principalmente os alimentos com farinha, por integrais.

%%footer%%