Gravação do roubo “programado” não é verdadeira

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí esclarece para a população que a gravação, com voz feminina, alertando que funcionários da NET TV a cabo estão fazendo agendamento para praticar assaltos não é verdadeira.

Nos últimos dias a gravação se espalhou rapidamente pelo WhatsApp, a tal ponto da operadora iniciar uma investigação para tentar identificar o autor.

Acredita-se até que tenha sido algum concorrente que lançou no mercado a gravação, para assustar a população.

De acordo com um dos integrantes da DIG, o Gigio, ele fez levantamento geral das ocorrências registradas na cidade e na região. “Não existe nada contra os funcionários da NET. Já da CPFL e até da empresa DAE apareceram vítimas relatando que falsos funcionários praticaram roubos”, disse.

Segundo Gigio, se alguém receber ligações deve ligar no Serviço de Atendimento ao Cliente para tirar dúvidas. Sobre a gravação a Polícia não sabe qual foi a origem.