Macacos continuam aparecendo mortos em Jundiaí

O leitor Robson Ferreira Colin enviou foto de macaco encontrado morto na manhã deste domingo (17) na região do Parque do Corrupira, em Jundiaí. Ele disse que tentou comunicar a Divisão de Zoonoses da Prefeitura, para que mandasse equipes no local.

O leitor estava com um grupo de ciclista e se surpreendeu com mais um macaco morto. Durante a semana cerca de 10 macacos apareceram mortos entre os bairros do Corrupira, Rio Acima, Mato Dentro e Champirra.

A Prefeitura de Jundiaí informa que está monitorando os casos. Até agora apenas um macaco apareceu com o quadro de febre amarela.

A Gestão em Saúde da Prefeitura de Jundiaí continua aplicando a vacina da febre amarela nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Podem receber a vacina contra febre amarela qualquer pessoa a partir de nove meses de idade.

Segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Maria do Carmo Possidente, desde o início do ano, foram aplicadas em Jundiaí cerca de 65 mil doses da vacina. “Como houve a constatação da morte de um macaco diagnosticado como positivo para febre amarela, Jundiaí está sendo considerada área de risco, então, a quantidade de pessoas que está procurando a imunização tem aumentado”, justificou, lembrando que uma única dose da vacina é válida para toda a vida.

“A imunização é importante, pois a febre amarela pode evoluir para uma forma grave da doença e, em casos extremos, chegar a óbito”, complementa Maria do Carmo, lembrando da importância de apresentar a carteirinha de vacinação. “Quem tomou a vacina em 2000, quando houve uma campanha nacional bem intensa, não precisa tomar mais, já está imunizado”.