Monitoramento de Jundiaí é considerado modelo no País

A Central de Monitoramento Eletrônico de Câmeras da Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ) informa em tempo real sobre as condições de trânsito (inclusive nas vias intermunicipais), a rotina diária nos bairros e região central – atitudes suspeitas e atos delituosos -, com câmeras instaladas em pontos estratégicos, considerados mais críticos e/ou preocupantes.

Conhecida também como Olho Vivo, conta hoje com 178 câmeras instaladas (onde também estão incluídas as do sistema OCR, para o reconhecimento ótico de caracteres das placas de veículos que adentram o município registrando irregularidades ou mesmo clonados, ou seja, os dublês), controladas manualmente por profissionais para um giro de 360 graus e mesmo um zoom de até três quilômetros, quando a situação assim exigir.

Referência no Estado de São Paulo, o setor registra avanços significativos no acompanhamento das ocorrências atendidas na cidade, visando o combate à violência e criminalidade, inclusive as situações envolvendo o trânsito. Em 2012, o Olho Vivo passou a integrar o Centro de Controle Operacional (CCO) da GMJ, tornando mais efetivo o trabalho realizado pela equipe de profissionais especializados.

Prova disso são as visitas que o setor recebe semanalmente de representantes de outros municípios e Estados, interessados em conhecer os procedimentos do monitoramento inteligente que demonstra muita eficiência em sua operacionalidade. Recentemente, o titular da Unidade de Gestão de Segurança Municipal (UGSM), Paulo Sergio de Lemos Giacomelli Stel (Jacó), recebeu a vista do secretário municipal de Segurança de Paulínia (SP), Emerson de Oliveira, e o comandante da Guarda Municipal, Romeu Aparecido Joanini.

24 horas

As câmeras da Central de Monitoramento são ferramentas de alta definição – com um grande número de ocorrências solucionadas a partir do registro de imagens – integrada ao Centro de Estatística e Inteligência (CIE), com o monitoramento de câmeras via OCR: a partir do reconhecimento pelo sistema, os veículos são rastreados.

Mais do que “vigiar” as entradas e saídas da cidade, próprios públicos e locais com grande circulação de pedestres e motoristas, as câmeras oferecem muita qualidade de imagem (com perfeita nitidez), alta definição, eficiência e agilidade nas imagens captadas e transmitidas. Sempre atento, o Olho Vivo funciona 24 horas, de segunda a segunda, inclusive nos finais de semana e feriados, em conjunto com o Centro de Operações Táticas (COT).