PM prende homem que tentou matar a ex-mulher

Os soldados Everton e Cipriano, com apoio de Denilson e Alvarenga, do 49º Batalhão da Polícia Militar em Jundiaí prenderam, neste domingo (31), na rua da Várzea, no bairro da Agapeama, um homem de 31 anos. Na última quarta-feira, dia 27, às 3h30, ele tentou matar com golpes de faca a ex-mulher e o genro dela. Como não morreram, ele disse a um parente que estava escondido em Sorocaba e voltaria para Jundiaí “para terminar o serviço”.

Naquela madrugada ele chegou no apartamento de Maria Aparecida dos Santos Barros, de 34 anos e queria entrar. Ele disse ao genro Luciano Lúcio da Silva, de 20 anos, que pretendia pagar a pensão da filha e estava com dinheiro em mãos.

Acreditando na versão, o jovem Luciano o deixou entrar. Pouco tempo depois ouviu gritos de socorro vindos do quarto da sogra e teve de arrombar a porta para salvá-la. Houve luta corporal.

O autor ainda correu para o estacionamento e foi seguido pelo rapaz, que caiu ferido depois de perder muito sangue. A filha do casal ligou para a Polícia Militar e pediu socorro para a mãe.

Tanto Maria Aparecida, quanto Luciano Lúcio estão internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Vicente de Paulo, em estado gravíssimo. Eles são mantidos por aparelhos.

Os parentes de Maria imploraram para a Polícia prender o autor, porque ele ficou revoltado ao saber que a ex-mulher não tinha morrido.