Mãe pede doação de plaquetas para o filho

A leitora do “Jornal da Região”, Mirian Nicolau, faz um apelo para doadores de sangue contribuírem com doação de plaquetas para atender o filho Felipi Gabriel, que está internado no Hospital do Grupo em Defesa da Criança Com Câncer (Grendacc) de Jundiaí.

Segundo Mirian ela resolveu divulgar nas redes sociais a situação do filho para mostrar à população o quanto é importante a doação de plaquetas, que podem salvar uma vida como a do seu filho. “A maioria das pessoas não sabe o que é a doação de plaquetas”, comentou.

Uma única doação de plaquetas por aférese equivale de 06 a 08 doações de sangue tradicional.

Essa doação é muito importante pois gera menos riscos de reações transfusionais aos pacientes, trazendo assim os melhores resultados e benefícios as pessoas que recebem o concentrado de plaquetas obtidas através desse tipo de procedimento.

COMO É REALIZADA?
A doação de plaquetas por aférese, também chamada de plaquetaférese, é realizada através de um procedimento no qual o sangue é retirado da veia do doador, passa por um kit onde ocorre a separação e extração das plaquetas e os demais componentes do sangue são devolvidos ao doador.

O kit é de uso único e descartável instalado em um equipamento especialmente destinado a esse fim.
Por utilizar materiais descartáveis, esta doação é totalmente segura, não havendo risco de se contrair qualquer doença.

QUANTO TEMPO DEMORA O PROCEDIMENTO?
O tempo de procedimento dura de 90 a 120 minutos, a depender de algumas variáveis como número de plaquetas, peso, altura do doador.

O doador é acompanhado por um profissional durante a realização da doação.

ONDE DOAR

As doações podem ser feitas na Colsan Jundiaí, localizada na Rua 15 de Novembro,  1848, no Centro de  Jundiaí.

Telefone (11) 4521-4025. Funciona de Segunda a sábado, das 7h30 às 12h30 (exceto feriado) Estacionamento gratuito: Acesso pela Avenida dos Ferroviários, 2100, próximo ao Poupatempo.