Movimento ‘Maio Amarelo’ tem como tema “Nós somos o trânsito”

A Prefeitura de Itatiba está engajada, mais uma vez, no movimento Maio Amarelo. As Secretarias da Educação e de Segurança e Defesa do Cidadão já realizaram diversas ações durante o mês de abril e continuam em maio, visando a conscientização dos atuais e futuros motoristas, por um trânsito mais seguro.

A abertura do movimento acontece dia 3 de maio, na Praça Dona Ângelo Fontana Giaretta, a tradicional “Praça da Biquinha”, onde está localizada a Mini Cidade do Trânsito. Nesse dia, a EMEB “Profª. Maria Gemma Rela Reinaldo” apresenta o jogral do Grêmio e o CEMEI “Profª. Maria Stella Longo Leme de Calaes” traz os alunos da Educação Infantil.

Concurso
Os alunos do Ensino Fundamental II produziram pequenos vídeos relacionados ao trânsito. Os vídeos serão divulgados no começo do mês e postados nas redes sociais. A população poderá votar no seu preferido até o dia 11 de maio. Para finalizar, no dia 19, será realizada a premiação do mais votado, além de uma Passeata de conscientização de Prevenção de Acidentes e Simulação de Resgate na Praça da Bandeira.

A Cidade do Trânsito estará disponível para receber visitas dos alunos durante as manhãs e tardes do Maio Amarelo. O Movimento também contará com palestras do Departamento de Trânsito para os alunos do Ensino Fundamental II e para as crianças do Ensino Infantil e Fundamental I, sobre os cuidados que devem ser tomados com os motoristas, pedestres, direção entre outros.

“Na Educação, nosso objetivo é conscientizar os estudantes, por isso promovemos o mês todo com atividades, inclusive na Mini Cidade do Trânsito, onde os alunos poderão ter o contato real, em escala reduzida, com as situações mais comuns do trânsito. No dia 19 de maio, sábado, teremos a tradicional caminhada na Praça da Bandeira e convidamos toda a população para participar”, explica Anderson Wilker Sanfins, Secretário de Educação.

O Maio Amarelo é uma proposta da ONU com objetivo de uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil, a fim de envolver a sociedade nas ações e propor uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade e ter um trânsito seguro.