Quadrilha aplica golpe do “chip” em Jundiaí

Os policiais militares do 11º Batalhão de Jundiaí esclareceram um estelionato praticado contra clientes do banco Santander. Pelo menos oito pessoas foram vítimas de golpistas desde segunda-feira (06), que provocavam bloqueio dos terminais eletrônicos e faziam os clientes ligarem para número falso. Em seguida recebiam orientação para quebrar o cartão. Mas os estelionatários queriam apenas o “chip” dos cartões, para clonagem. Depois usavam documentos falsos com foto verdadeira, para realizar operações financeiras. Um cliente teve prejuízo de R$ 8 mil.

A ação dos PMs foi possível graças a um motorista de Uber, que suspeitou do passageiro que estava transportando. No semáforo o motorista abandonou o carro e pediu socorro ao cabo Pondian, cabo Márcio e soldado Inácio da Polícia Militar.

O motorista informou que havia algo de errado com o passageiro e não sabia se era para roubo ou estelionato, mas pediu para a PM averiguar.

Os soldados detiveram o suspeito e confirmaram que ele veio para Jundiaí para aplicar golpe em correntistas de bancos.

Ele tinha um comparsa que também ajudava nos golpes. Levado para a delegacia o acusado foi reconhecido por outra vítima.

Apesar de ter sido preso pela PM e levado para o Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, o golpista foi liberado na audiência de custódia depois de pagar fiança de R$ 2 mil. Já a vítima dos R$ 8 mil ficou sem o dinheiro.