BINGO: Polícia de Jundiaí investiga autorização de juiz da Capital

A Polícia Civil de Jundiaí investiga se um juiz da Capital emitiu autorização para funcionamento de bingo no Centro da cidade. Cerca de 100 pessoas estavam no interior do prédio da antiga Unimed, na rua Zacarias de Góes. No local havia jogos eletrônicos e pagamento de apostas em dinheiro.

Na última semana o “Jornal da Região” divulgou um caso em que a Polícia Militar determinou a suspensão dos jogos realizados em uma casa próxima da empresa Rápido Luxo Campinas, em Campo Limpo Paulista. Um empresário também conseguiu ordem da Justiça para operar bingo “beneficente”, para uma instituição que publicou no Facebook o encerramento de suas atividades em abril deste ano.

Segundo os policiais do 1º Distrito Policial, eles foram acionados para comparecer na rua Zacarias de Goes, no Centro de Jundiaí, para averiguar o funcionamento do bingo. No local encontraram estacionamento com manobrista, venda de cartela de jogos, locutor anunciando os números sorteados e serviços de garçons.

Dezenas de computadores com jogos estavam em funcionamento. Os responsáveis apresentaram uma cópia de decisão liminar da Justiça do Jabaquara autorizando o funcionamento da casa em Jundiaí. Tudo foi apreendido para investigação.

Agora a Polícia Civil quer contato do juiz que autorizou o funcionamento da casa, para entender como foi dada a autorização e apurar melhor as circunstâncias.