Candidatura de Pedro Bigardi é impugnada

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) informou às 18 horas desta segunda-feira (27) que a candidatura do ex-prefeito de Jundiaí, Pedro Bigardi, foi impugnada. O ex-prefeito lançou candidatura à deputado estadual para as eleições de outubro pelo PDT.

No último dia 19 de agosto o procurador regional eleitoral, Luiz Carlos dos Santos Gonçalves, pediu à Justiça Eleitoral a impugnação do candidato, porque os documentos apresentados de antecedentes criminais e cíveis estavam ilegíveis, contrariando as normas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ex-prefeito de Jundiaí Pedro Bigardi (PDT) afirmou ao “Jornal da Região” que entrou com recurso e encaminhou os documentos originais, já que o TRE não conseguia abrir os seus arquivos.

No processo de registro de candidatura, a legislação exige que o pré-candidato comprove, por meio das certidões, que não responde por processos criminais ou cíveis. No pedido de impugnação, o procurador regional eleitoral Luiz Carlos dos Santos Gonçalves alega que Bigardi “não demonstrou ser elegível, nos termos do art. 14, § 3º, da Constituição Federal”. De acordo com o despacho assinado pelo procurador, o ex-prefeito deixou de juntar as certidões criminais fornecidas pela Justiça Federal e também pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

No ano passado o ex-prefeito teve problemas no Tribunal de Justiça do Estado (em segunda instância), devido nomeação de pessoal em cargo de comissão na Prefeitura de Jundiaí.

Para consultar o processo da Justiça Eleitoral acesse o site – http://consultapublicapje.tse.jus.br/detalhar-processo?pNumProcesso=d318d9a201cd05423e202906096d5479679dcb29dbf5677a38e6228346e0cafc15ac6177796a42f5

Os advogados de Pedro Bigardi vão recorrer da decisão.