Meninos de Várzea concorrem a vagas na seleção de Handebol

No país verde e amarelo, a banda mineira Skank já canta Quem não sonhou em ser um jogador de futebol? Esse sonho que parece tão distante para a maioria das pessoas, pode se realizar para três jovens aqui de Várzea Paulista. Mas para isso no lugar dos gols feitos com os pés os garotos escolheram os gols marcados com as mãos. Foi no handebol que Cleberson Rodrigues e os irmãos gêmeos Guilherme e Leonardo de Lima se encontraram e com o apoio do projeto “Gol de Mão”, os garotos são hoje os grandes destaques da modalidade na cidade.

Sempre sorrindo e com muita cordialidade, os jovens prodígios contaram um pouco da trajetória de cada um no esporte. Tudo começou no projeto “Gol de Mão”, um projeto social idealizado pelo servidor público e técnico das equipes Alexandre Martins, com o objetivo ingressar meninas e meninos no handebol. Leonardo de Lima se lembrou da rotina de treinos no início da sua carreira, “Era bem corrido. Eu e meu irmão (Guilherme) chegávamos em casa da escola, almoçávamos e já saiamos de novo, tudo muito rápido. Depois treinávamos durante a tarde”. A rotina de treinos também foi comentada, “O técnico sempre pegava no nosso pé. Fazia a gente correr muito, ele sempre queria o nosso bem”, diz Cleberson aos risos.

Hoje os garotos atuam em equipes da região e já participaram de campeonatos em cidades como Rio Claro, São Carlos, Araraquara e Limeira, e os irmão Lima, em breve irão para o Acampamento de Desenvolvimento e Melhoria Técnica, oferecido pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb). O acampamento oferece a oportunidade de nas próximas etapas os meninos possam disputar uma vaga na seleção brasileira de handebol. Sobre isso os irmãos se mostraram ainda mais empolgados, “Nós já participamos da etapa regional, e agora vamos para a estadual. Se tudo der certo, a próxima etapa será a nacional e então quem sabe no futuro a seleção”, falou Leonardo.

Quando perguntados sobre seus ícones no esporte, cada um tem um nome na ponta da língua, o jogador sérvio Nikola Karabatić (que esta repórter sofreu um bocado para acertar a grafia), é o primeiro a ser lembrado por Leonardo. Junto dele estão os brasileiros e também irmãos gêmeos Yuri Oliveira e Ythalo Oliveira e o francês Luc Abalo, citados por Guilherme e Cleberson.

Quem merece igualmente o crédito pelos louros alcançados por Leonardo, Cleberson e Guilherme é o técnico Alexandre Martins que trabalhou muito para que os meninos chegarem onde estão hoje, “Ele nunca deixou a gente sem treinar. Se não dava para jogar, por causa da chuva ou do frio, ele passava preparação física e exercícios em grupo. Mas nunca ficávamos sem treinar”, contou Guilherme.

Para o futuro, a vontade é de continuar no esporte e levar o nome do projeto e de Várzea Paulista para todo o mundo, “O sonho de todo atleta é jogar pelo seu país, mostrar de onde veio e quem sabe até em uma olimpíada”, encerra Leonardo.

Se depender do talento e da força de vontade dos garotos, esses são apenas os primeiros lances desta trajetória de gols de mão até o futuro.

Projeto Gol de Mão
O “Gol de Mão” atende hoje na escola Manoel Caetano de Almeida, na Rua Victoria Regina, 121 no Jardim Felicidade. Os treinos acontecem todas as quartas e sextas-feiras, das 9h30 às 11h e das 16h às 19h.

O projeto esta com inscrições abertas para as equipes da Manoel Caetano de Almeida e em breve começará uma nova turma mista (meninas e meninos), nas segundas- feiras das 14h às 15h30 na Praça CEU (Centro de Esportes Unificados) na Rua João Povoa s/n.

Os interessados podem se inscrever na Unidade Gestora de Esportes, no ginásio de esportes Ayrton Senna que fica na Rua Aristides Nivoloni, 240 no Jardim Maria de Fatima. São admitidas crianças a partir de oito anos de idade.