Família é vítima de golpe com falso advogado

Uma família de Vinhedo prestou queixa na Polícia Civil por golpe, aplicado por falso advogado, que pediu a quantia de R$ 1.500,00 para “cuidar” de um processo no Fórum de Jundiaí, usando o nome da Defensoria Pública.

O falso advogado tinha todos os dados do filho de um casal. Ele deu prazo até às 14 horas para a família depositar o dinheiro, em três contas correntes diferentes da Caixa Econômica Federal, porque dependeria dos recursos para concluir o processo junto ao juiz de plantão.

Depois dos depósitos os familiares foram até a porta do Fórum e policiais militares informaram que não havia qualquer despacho do juiz.

A família procurou os advogados da Defensoria Pública e descobriram que caíram em golpe.

O diretor da Defensoria em Jundiaí, Fábio Jacyntho Jorge, pediu ao Fórum para não passar mais informações por telefone sobre as audiências. A Defensoria acompanha as audiências e o cidadão que não tem recursos recebe toda a atenção, sem precisar pagar nada.

A família que caiu no golpe não sabe o nome do falso advogado. Apenas possuí registros de conversas pelo WhatsApp e apresentou para o delegado Edson Antônio dos Santos os prints passados pedindo o dinheiro.

A Polícia Civil de Jundiaí investiga o caso, que foi encaminhado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

A Defensoria pede para a população, quando tiver dúvidas, não falar com estranhos. Basta procurar sua unidade que funciona na rua Marechal Deodoro da Fonseca, 646, no Centro da cidade.