Rápido Luxo denuncia fraude à Polícia

A empresa de ônibus Rápido Luxo Campinas fez boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Campo Limpo Paulista de crime de estelionato contra passageiros identificados por repassarem seus cartões do Bilhete 21 e do Estudante, para outras pessoas.

Durante investigação particular da própria empresa, ela apurou que 25% dos 245 mil passageiros transportados nas linhas urbanas da cidade estão utilizando os benefícios concedidos pelo município, sendo que grande parte com suspeita de fraude.

Quem tem menos de 21 anos, e é desempregado, paga apenas R$ 1,29 na passagem e quem é estudante paga R$ 2,15.

Os nomes dos passageiros envolvidos nos golpes foram entregues para o delegado Elias Evangelista, de Campo Limpo. Agora ele deverá chamar cada um, para se explicar.


A empresa também identificou irregularidades no Bilhete Social, de gratuidade.

O “Jornal da Região” questionou a Prefeitura se não existe fiscalização, mas não veio resposta até o fechamento desta matéria.

Na semana passada leitores do “Jornal da Região” também denunciaram irregularidades nos bilhetes sociais emitidos pela Prefeitura de Jundiaí, informando que pessoas já recuperadas de cirurgias ou doenças continuam utilizando os cartões fornecidos gratuitamente. A Prefeitura prometeu fiscalizar e fazer uma revisão das concessões para cerca de 10 mil passageiros.

Prefeitura vai fiscalizar uso do Bilhete Especial

%d blogueiros gostam disto: