Parque Aquático sedia o I Seminário Cidades Educadoras do Estado

Este dia 29 de março é uma data muito importante para o Wet’n Wild. O parque abrirá suas portas para receber o I Seminário Cidades Educadoras do Estado de São Paulo, tornando-se parceiro da Rede Cidades Educadoras, que no Brasil está sob coordenação do município de Vitória-ES. O encontro faz parte de um movimento mundial pela educação e reunirá educadores formais e informais, tanto de cidades que já são associadas, como das que desejam conhecer melhor a iniciativa, visando ampliar a repercussão dos conceitos, trocar experiências e expandir a Rede.

O objetivo de receber este encontro é que o Wet’n Wild, que há 20 anos é referência no Brasil quando o assunto é diversão, seja também reconhecido como um território educador em todos os aspectos que envolvem sua operação: no treinamento dos colaboradores para receber os visitantes, no projeto de acessibilidade, na física envolvida que possibilita o funcionamento de uma atração, na conscientização para o uso racional dos recursos hídricos, entre outros assuntos.

O evento acontece após o encontro da comissão internacional na França, realizado na semana passada para apresentar as diretrizes internacionais e que contou com a participação da Secretária de Educação de Vitória, Adriana Sperandio, que também estará presente no Seminário realizado no Wet’n Wild.

“Na França, tivemos a oportunidade de apresentar o plano de ação da Rede Brasileira Cidades Educadoras para o ano de 2019, destacando o Seminário que será realizado no Wet’n Wild como uma forma de integração das cidades de São Paulo. A iniciativa deste encontro acontecer no Estado mais populoso do Brasil e ter o apoio de uma empresa privada (o parque) foi recebida com grande satisfação pelos membros da comissão internacional, pelo seu potencial de retorno para a Associação e para o Movimento Cidades Educadoras”, destaca a Secretária de Educação de Vitória, Adriana Sperandio.

O movimento Cidades Educadoras teve início em 1990 em Barcelona e conta com uma rede de cidades em todo o mundo comprometidas com a formação e o desenvolvimento de seus habitantes, principalmente jovens e crianças. Neste conceito, a educação ultrapassa os limites físicos da escola e todos os espaços passam a ser sua extensão, tornando-se ambientes educativos.

Em todo o Brasil, 18 cidades fazem parte da Rede Brasileira de Cidades Educadoras. No Estado de São Paulo, fazem parte as cidades de São Paulo, Santo André, Guarulhos, São Bernardo do Campo e São Carlos.

“Apoiar a Rede Brasileira de Cidades Educadoras é uma forma tanto de retribuir à sociedade pelos 20 anos de sucesso do Wet’n Wild de maneira eficiente e construtiva, como de visionar esse futuro em que todos os espaços sociais são parte do processo educativo de crianças e adultos”, explica Alain Baldacci, presidente do Wet’n Wild.