Proerd forma 550 alunos em Campo Limpo

Ficar longe das drogas e não praticar a violência. Esse foi um dos trechos do juramento realizado nesta sexta-feira (28), por cerca de 550 crianças de escolas da rede municipal de ensino e do Sesi, durante a formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) da Polícia Militar do Estado de São Paulo. O leão Daren, mascote do programa, compareceu e agitou as crianças com a coreografia da música oficial do projeto.

O Proerd surgiu a partir de uma sensibilização da Polícia Militar, em 1993, para a prevenção ao uso e abuso de drogas, por meio da conscientização das crianças sobre substâncias químicas lícitas e  ilícitas. De uma maneira lúdica e divertida, o soldado PM Willians Brandão trabalhou com os alunos das escolas da cidade. Muito aplaudido pela garotada, ele deu conselhos valiosos. “Sonhar faz toda a diferença. Lutem, persistam e não desanimem.” Aos pais, ele também deixou um recado. “Acompanhem a trajetória das suas crianças. Fiquem atentos para que eles sigam fazendo escolhas seguras e responsáveis.”

O tenente Coronel Eduardo Yasui, comandante da 3ª Companhia de Polícia Militar de Campo Limpo Paulista, destacou a relevância do Proerd na valorização da vida.

“Espero que todos vocês tenham aprendido a ficar longe das drogas, que é um mal que tem crescido e destruído a vida de muitas pessoas e suas famílias.”

O evento contou também com a presença do capitão PM Guilherme Costa Febbo, comandante do 49º Batalhão da Polícia Militar. O secretário de Educação, Ronaldo Pereira, agradeceu aos pais, educadores e gestores pelo empenho no projeto, ao lado da Polícia Militar.

Muitos alunos receberam medalha por se destacarem ao longo do Programa. Entre eles estava Yasmin Fernanda Santos Menezes, que estuda na EMEF Governador Mário Covas. Ela, que é surda, agradou a todos com uma redação sobre o programa. “Gostei muito de participar e aprendi bastante com o Brandão.” Assim como ela, Lara Arcangela Fanti Lopes também se destacou. “Achei o Programa muito legal.”