Ginástica rítmica encerra 5ª edição do Festijun

Um festival de técnica, agilidade e graça tomou o Complexo Esportivo Romão de Souza, na Colônia, na manhã deste sábado (6), com a apresentação de mais de 450 alunas da ginástica rítmica, vindas de dez entidades participantes e outros centros esportivos da cidade. Com apenas 4 anos de idade, vestida e maquiada com brilho, Khiara Trindade era uma delas, e deu um show dançando sua coreografia na quadra, sob a torcida dos avós – que vieram de Cabreúva para vê-la – dos pais e da tia. “Ela começou a ter aulas em fevereiro no CECE Aramis Polli e adora, fica me perguntando quando vai ser a próxima aula”, conta a mãe, Amanda Trindade.

O evento deste sábado encerrou o 5º Festijun – Festivais Time Jundiaí – organizado pela Unidade de Gestão de Esportes e Lazer, que fecha o semestre de atividades e leva praticantes de diversos Complexos Esportivos a se reunirem numa grande confraternização, não só entre modalidades como também gerações.

A ginástica rítmica é oferecida em Jundiaí há 12 anos, gratuitamente, em vários complexos e unidades de apoio. A modalidade trabalha com ritmos e movimentos graciosos do balé, e conta com cinco aparelhos: arco, bola, fita, maça e corda.

Fernanda Aparecida Marchesin de Moraes e Paulo Cesar de Moraes vieram assistir à apresentação da filha, Grazielli de Moraes, de 13 anos, que treina no CECE Pedro Raymundo e já foi convidada a integrar o TIME Jundiaí. “Ela sempre gostou de dançar e, com a oportunidade proporcionada pela Prefeitura de Jundiaí, pôde desenvolver seu talento”, conta Fernanda.

Às vezes as famílias não só apoiam como também treinam juntas. É o caso de Luzenite dos Santos Garcia, de 53 anos, que começou a treinar ginástica rítmica em fevereiro acompanhando as filhas gêmeas. Teve tanto sucesso que garantiu um prêmio numa competição na Categoria Master, em Campinas, apenas dois meses depois. Moradora da Vila Hortolândia, ela já está de olho na próxima competição. “Estou adorando, não penso em parar”, garante.

Desde o início do o 5º Festijun, em junho, cerca de 5 mil pessoas de todas as idades se encontraram nos centros esportivos e puderam participar de jogos e apresentações. Agora terá início o recesso das férias, com as atividades nos centros esportivos retornando somente no final de julho.