Fotógrafo Júlio Monteiro perde a aposentadoria

O fotógrafo Júlio  Monteiro, que por muitos anos trabalhou em jornais de Jundiaí, está atravessando uma situação muito difícil. Aos 51 anos, ele já sofreu cinco AVCs, e diversas convulsões. Em virtude disso, está impossibilitado de trabalhar. Há dois anos, ele vinha recebendo aposentadoria por invalidez, obtida por meio de uma liminar. No entanto, agora, esse benefício foi cortado.

De acordo com a filha de Júlio, Maria de Barros Monteiro Wurzbacher, ele contribuiu com o INSS por 26 anos, mas deixou de contribuir por 3 anos, justamente quando apareceram os problemas de saúde que o deixaram muito debilitado. Nas redes sociais, ela relatou que, por dois anos, ele recebeu a aposentadoria por meio de uma liminar.  Porém, em setembro de 2019 esse benefício foi cortado.  “O INSS alega que não tem mais qualidade de segurado, por conta desse intervalo sem contribuição. Portanto diz que ele não tem direito a NADA! Ficamos completamente sem chão. Ele não tem como voltar a trabalhar. A esposa dele, Sônia, cuida dele 24 horas por dia, também não tem condições de retornar ao trabalho. A advogada está fazendo de tudo, mas, por enquanto, já foi cortada a aposentadoria”, contou.

“Muitas pessoas já ajudaram no passado, e continuam ajudando, e agradecemos imensamente. Porém, não vemos outra saída a não ser voltar a divulgar o caso dele para mostrar o ABSURDO que é a Previdência Social, (afinal, foram 26 anos de contribuição jogados fora) e tentar arrumar uma fonte de renda, pois além do aluguel, tem a alimentação, remédios, fralda, etc… Nós, da família, gostaríamos de poder providenciar tudo isso para ele. Mas não temos condições”, acrescentou Mariana.

Segunda ela, Júlio decidiu vender suas câmeras antigas. “Estou pensando numa forma mais prática. Acredito que vamos fazer rifas com algumas e vender as outras. Quem tiver interesse, por favor me mande uma mensagem, vamos negociar”, pediu.

O contato pode ser feito por meio de sua conta no facebook https://www.facebook.com/marianadebarrosmonteiroferreira