Consulado traz artistas italianos para apresentação gratuita

O Consulado Geral da Itália, atendendo a um pedido da Assessoria de Cooperação Internacional da Prefeitura de Jundiaí, trará à cidade no próximo dia 18, quarta-feira, às 20h, o barítono e acordeonista Claudio Mattioli e o tenor Massimiliano Barbolini, que virão da Itália para uma apresentação gratuita destinada, especialmente, à comunidade de descendentes de italianos do município.

A apresentação é resultado de um pedido da Assessoria de Cooperação Internacional junto ao Cônsul Geral, Filippo La Rosa, para a realização de um espetáculo artístico-cultural genuinamente italiano.

O barítono e acordeonista Claudio Mattioli e o tenor Massimiliano Barbolini virão da Itália para uma apresentação gratuita em Jundiaí

A apresentação do espetáculo “Viaggio” só foi possível graças a atenção do Consul Geral da Itália, Filippo La Rosa, e ao apoio do SESC, que cedeu o espaço gratuitamente.

Segundo o assessor especial de Cooperação Internacional da Prefeitura de Jundiaí, Carmelo Paoletti Neto, o pedido foi atendido com a vinda de artistas renomados, em espetáculo totalmente custeado pelo Consulado Geral da Itália. “Reforço que a apresentação será gratuita para a colônia italiana, mas que também está aberto a toda comunidade”, afirma. Para ele, o evento, além de ser uma oportunidade única de encontro para a grande comunidade italiana de Jundiaí e região, é também a constatação da importância que Jundiaí vem conquistando no cenário mundial. “Tenho certeza que outras apresentações do mesmo nível virão para nossa cidade”.

 

Sobre os artistas

Claudio Mattioli e Massimiliano Barbolini apresentam, em seus shows, as principais canções que fizeram a Itália famosa no mundo, da ópera à música napolitana, através das árias mais conhecidas e canções da música popular

Mattiioli é compositor, pianista, acordeonista e cantor baixo barítono. Iniciou muito jovem a sua carreira de acordeonista, e se formou em piano com nota máxima no conservatório Istituto Musicale A. Tonelli, de Capri. Como baixo-barítono, tem se especializado nos papéis principais das óperas de Rossini e Donizetti. Desde 2001, é diretor artístico do Gruppo Amarcord, para o qual tem criado espetáculos apresentados na Itália e em diversos países. Como diretor e intérprete levou uma série de óperas cômicas como “Elisir d’Autore” e “Un’opera da Due Soldi” para França, Portugal, Espanha, Áustria, Rússia, Inglaterra, Japão, Coréia, Hungria, Paquistão, Estados Unidos, Honduras, Costa Rica, Uruguai, Brasil e Monte Carlo. Na música pop, esteve em eventos importantes como os Jogos Olímpicos de Barcelona (1992).

Já Massimiliano Barbolini, que aperfeiçoou seus estudos com Luciano Pavarotti, é tenor e estreou em 1998 em “Il Signor Bruschino”, de Rossini; posteriormente, atuou em importantes teatros da Europa, como l’Opera Comique de Paris e a Konzerthause de Viena. Com o Gruppo Amarcord, do qual faz parte desde 2000, participou de várias turnês na Itália e em outros países. Em 2007, no Brasil, se apresentou em diversos teatros, entre eles nas cidades de Recife e Manaus, em espetáculos de Cabaret Lírico. Em 2013, participou da terceira edição do Festival Palco Italia Itinerante para a divulgação da ópera lírica no Brasil.

O SESC fica na Av. Antônio Frederico Ozanan, 6.600. Os ingressos serão entregues no próprio SESC, uma hora antes do espetáculo.