Tulipas terá câmeras de monitoramento

Moradores do Residencial Santa Giovana, no Jardim das Tulipas, tomaram conhecimento sobre as ações em processo para fortalecimento da segurança naquela região, que vai contar com sistema de câmeras de monitoramento, de acordo com informação da Unidade de Gestão de Segurança Municipal. Uma reunião entre os moradores e representantes de setores de segurança girou em torno do assunto e também esclareceu detalhes sobre o funcionamento do sistema inteligente OCR para a leitura das placas dos veículos que adentram o município e possam acusar irregularidades.

“Temos um investimento previsto em R$ 10 milhões a ser direcionado pelo Banco Nacional do Desenvolvimento – BNDES para a ampliação da muralha virtual: um pacote completo, especificamente sobre videomonitoramento para diversos bairros da cidade, o que possibilitará duplicar o número de câmeras: hoje encontram-se em operação 187 equipamentos, sendo 102 do sistema OCR, e as demais CFTV – digital em tempo real; para isso, o pacote conta com softwares analíticos, incluindo também drones de vigilância”, explicou  o gestor da Unidade de Gestão de Segurança Municipal, Paulo Sérgio de Lemos Giacomelli Stel (Jacó).  O gestor também avaliou de forma positiva as ações integradas realizadas pelos setores de segurança da cidade. “A Unidade de Gestão de Segurança com a Guarda Municipal de Jundiaí participam de reuniões periódicas com a Polícia Militar para análise ampla e criteriosa dos índices criminais nos bairros: a integração entre as forças policiais consolida-se de maneira efetiva para que se alcançar os resultados previamente definidos. Sem dúvida alguma, a população representa os olhos das forças de segurança para que possam atuar”, detalhou.

O projeto para a ampliação das câmeras de monitoramento está em análise junto ao BNDES, na fase final da análise técnica. A previsão é de que no próximo mês seja superada essa fase junto ao Banco. Após a aprovação dos técnicos, a proposta vai para a reunião de Diretoria do BNDES; aprovado, tem início a fase final da documentação que leva em torno de 45 dias, posteriormente a assinatura contrato e finalmente a transferência dos recursos para a aplicação nos projetos.

Também estiveram presentes ao encontro: o capitão Tavares, comandante da 2ª Cia. do 11º Batalhão da Polícia do Interior (BPMI); e o delegado titular do 5º Distrito Policial (DP) – Vetor Oeste, Marcos Luchesi Farias.

Outra ação apresentada em favor da segurança será a criação da 1ª Inspetoria da Guarda Municipal, uma iniciativa para a descentralização da instituição visando atender a grande região do Vetor Oeste, além da construção da sede própria do Canil, no Jardim Sarapiranga: um pacote de investimentos orçado em R$ 6 milhões.