Delegacia da Mulher prende padrasto por estupro

A equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), chefiada pela delegada Renata Yumi Ono, prendeu no bairro do Jardim Novo Horizonte em Jundiaí um padrasto que vinha abusando da enteada dos quatro aos 10 anos. Ele tem 60 anos.

O caso foi descoberto graças às funcionárias da escola da Prefeitura que ouviram comentários da criança sobre o que ocorria em casa.

O “Jornal Nacional” mostrou um trabalho pioneiro realizado em Jundiaí, nas escolas, com apoio do juiz da Vara da Infância e Juventude, Jefferson Barbin Torelli para identificação de abusos sexuais em crianças.

A prisão

Tão logo a delegacia foi comunicada, a menina foi levada para atendimento de psicóloga na Delegacia. A menina confirmou os fatos. A delegada requisitou exame médico que deu positivo para estupro,

A delegada determinou para as investigadoras Lilian e Andrea, com apoio dos guardas Eugênio, Felipe, Gadelha e Moreira, a realização da prisão do padrasto.

O autor foi encaminhado para o Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista onde vai aguardar decisão do juiz.

As policiais apreenderam também o celular do padrasto, onde havia fotos das partes íntimas da criança.