Metalúrgicos terão 3% de reajuste e abono

Os metalúrgicos de Jundiaí, Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista aprovaram a proposta salarial negociada com os grupos patronais, que renova todas as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) por mais um ano, aplica abono salarial de 6% (3% até 29/11 + 3% até 20/12), e aumento nos salários de 3% (reposição da inflação + aumento real). A decisão foi tomada em Assembleia Geral de Negociação Coletiva , realizada na manhã deste domingo (10), na sede do Sindicato da categoria.

Na avaliação do presidente do Sindicato e da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, Eliseu Silva Costa, a proposta aprovada dá fôlego à categoria na busca por avanços. “Durante toda a campanha ficou evidente que a nossa maior preocupação foi a defesa das cláusulas sociais da Convenção Coletiva. Resistimos demais durante as negociações, e além de garantir um aumento em período de forte crise econômica, também conquistamos as cláusulas sociais. Daqui para frente, intensificaremos a nossa atuação ainda mais, com objetivo de solidificar a nossas reivindicações”, disse.

O presidente ressaltou que os trabalhadores devem permanecer mobilizados e atentos até a próxima data base. “A cada dia que passa, o trabalhador está entendendo a importância de estar próximo do Sindicato, de participar das decisões da categoria. É muito importante contar com o apoio de todos no próximo período, pois haverá muitas decisões do governo que irão ameaçar os nossos direitos conquistados. Neste momento, é preciso que os companheiros que marcaram presença na assembleia informem os colegas de trabalho, para que possamos nos fortalecer”, declarou.

%d blogueiros gostam disto: