Regularização do Recanto Novo atenderá 31 famílias

A superintendente da FUMAS, Solange Marques, e o superintendente adjunto de Políticas Habitacionais da Fundação, Leopoldo Brunelli, estiveram nesta quarta-feira (12) em visita às obras de infraestrutura para regularização do Recanto Novo, no Jardim Tamoio. A obra, sob responsabilidade da Prefeitura de Jundiaí por meio da FUMAS, teve início em novembro de 2019 e o prazo previsto para conclusão é de 180 dias.

“Além de estarmos trabalhando para a regularização de toda a documentação referente à área junto aos órgãos competentes, a FUMAS também está executando as obras de infraestrutura completa no local, que incluem terraplenagem, drenagem, redes de água e esgoto, iluminação pública, pavimentação, guias e sarjetas”, explicou Solange, complementando que cada família será responsável pela construção de sua própria casa. “Mas a FUMAS também fará a elaboração, aprovação dos projetos das edificações das moradias e o acompanhamento técnico das obras nos lotes”, salientou.

O projeto de regularização fundiária do Recanto Novo será constituído por 31 lotes a serem destinados à famílias que residiam em áreas sob intervenção da FUMAS naquela região (no próprio núcleo, na Baixada do Paraná, no Jardim Tamoio ou Hospital Psiquiátrico) e que aguardavam a viabilização da área como beneficiárias do auxílio-moradia.

 

Jardim Vitória

Também está em fase de estudos o Jardim Vitória (antigo Núcleo Balsan), uma área particular que será regularizado por meio de parceria com o programa Cidade Legal, da Secretaria de Estado da Habitação. “Para que o Cidade Legal possa dar sequência aos trabalhos de regularização do Jardim Vitória, estamos contratando o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), que fará um estudo técnico e ambiental, que vai nos dar um parâmetro de orientação sobre como proceder em algumas situações específicas que encontramos para a regularização deste núcleo”, salientou Solange.