Veja como garantir qualidade de vida para seu Pet

De acordo com um levantamento feito pelo IBGE* em 2018, o Brasil conta com mais de 139 milhões de animais de estimação Esse número mostra que, cada vez mais, as famílias buscam os pets como companheiros e fonte de afeto. Eles garantem companhia, riso constante e, em alguns casos, tornam-se parte do núcleo familiar, recebendo atenção, todos os cuidados necessários e muito carinho.

Com todo esse cenário, os tutores também mais apegados sentimentalmente aos animais e buscam cada vez mais formas de aumentar a expectativa e qualidade de vida dos pets. Veja 5 dicas fornecidas por profissionais especializados em medicina veterinária para oferecer uma vida mais longa e saudável ao seu companheiro!

1. Vacinação em dia

Assim como os humanos, os cães e os gatos devem manter a vacinação em dia para evitar doenças infecciosas e para elevar sua imunidade. As consultas constantes ao médico veterinário garantem a manutenção da saúde dos bichinhos.

As vacinas são divididas em duas categorias: essenciais e não essenciais. As vacinas essenciais protegem os animais contra doenças graves ou fatais, têm ampla distribuição e devem ser aplicadas em todos os animais. Já as não essenciais, devem ser aplicadas em alguns animais dependendo do seu estilo de vida, do lugar onde vive e dependendo da sua espécie.

2. Cuidado com os Ectoparasitas

Ectoparasita é o nome dado aos parasitas que grudam na pele dos pets, como pulgas e carrapatos. Eles se alimentam do sangue dos animais e podem causar coceira, alergia, feridas ou até transmitir doenças graves.

Estima-se** que em um período de um mês, dez pulgas depositam mais de 15 mil ovos no ambiente. Nos primeiros dez dias, as pupas (casulos) eclodem e as pulgas jovens saem à procura de alimento. Duas espécies de carrapatos podem levar a óbito dos animais: babebiose (causada por um protozoário) e erliquiose (causada por uma bactéria). Para a detecção de qualquer doença ou alteração na saúde, deve ser consultado um médico veterinário.

A melhor forma de prevenir esse tipo de problema é sempre cuidar muito do ambiente que os animais frequentam, manter a limpeza em dia e evitar que eles tenham contato com animais ou locais que tenham risco de infestação. Outra medida importante é manter a medicação em dia. Como ressalta o Dr. Felipe, médico veterinário da UPA PET“Existem várias medidas de proteção contra pulgas e carrapatos, o importante é adotar alguma medida de proteção. O médico veterinário pode indicar qual medida é mais eficaz para o seu pet.”

3. Avaliação cardiológica

As consultas médicas devem ser constantes, principalmente, em médicos especialistas, como cardiologistas, dentistas ou oncologistas veterinários. Em cada especialidade, seus pets precisarão realizar exames clínicos específicos que afunilarão ainda mais o acompanhamento da sua saúde.

A avaliação cardiológica, por exemplo, é um dos cuidados essenciais com seus animais. As doenças cardíacas prejudicam não apenas o coração mas também todo o organismo dos pets. Segundo o Dr. Felipe: “1 em cada 10 animais é diagnosticado com alguma patologia cardíaca e o diagnóstico precoce pode facilitar um tratamento ideal para a doença, o que aumenta a qualidade de vida do animal.”

A avaliação é recomendada, pelo menos, uma vez ao ano. É indicado que a consulta seja feita em um hospital especializado e, preferencialmente, com estrutura para a realização dos exames e do tratamento necessário.

4. Profilaxia Odontológica

A profilaxia odontológica também está entre os 5 principais cuidados com seus pets e é muito importante esse cuidado, principalmente, em cães idosos. Esse nome é dado à limpeza que previne doenças bucais e periodontais. Eles eliminam tártaros, placas bacterianas e manchas, podem realizar raspagem, polimento e restauração dos dentes. Esses fatores podem desencadear gengivite, periodontite, endocardite bacteriana e tantas outras doenças até fatais.

O procedimento não substitui a escovação dos dentes dos cães e dos gatos. Em geral, a profilaxia odontológica é indicada a partir de 3 a 4 anos de idade e deve ser realizada anualmente


5. Investigação de Nódulo

Outro fator importantíssimo para o cuidado dos cachorros e dos gatos é a investigação de possíveis nódulos encontrados ao longo do corpo Caso o tutor encontre alguma bolinha ou protuberância anormal, o diagnóstico por imagem e por investigação microscópica pode detectar com precisão o problema e tratar da melhor maneira.

Qualquer anomalia no corpo do pet é motivo para preocupação. Às vezes, pode nem significar algo grave, mas é preciso estar sempre de olho nas coisas estranhas que surgem. É comum aparecer caroço na pele do animal, porém não deve ser ignorado, uma vez que pode significar algum problema de saúde.

Uma dica extra é sempre ter um local de confiança para levar os pets em casos de urgência e de emergência.

UPA PET fica localizada no Rio de Janeiro, trabalha 24 horas por dia e é referência em qualidade e em atendimento aos pets com preços populares e profissionais especializados para cuidar dos bichinhos. Entre os serviços estão a emergência, as consultas, as especialidades, as internações, os exames, as vacinações e muito mais.