Cabreúva registra duas mortes suspeitas de febre maculosa

A Prefeitura de Cabreúva acionou a Guarda Municipal para controlar o acesso de pessoas à área de manancial do bairro Vilarejo. Um homem e uma mulher morreram com suspeita de febre maculosa. A região tem muito carrapato estrela e é usada pela Sabesp.

A Prefeitura informou que recebeu a notificação por meio da Secretaria de Saúde.

Os mortos são uma mulher de 38 anos, que começou a ter problemas de saúde no dia 1º de abril e um homem de 27 anos. Os dois passaram várias vezes pelas unidades de Saúde e de Pronto Atendimento, até serem internados em Jundiaí, onde faleceram no sábado, dia 18.

Em Itatiba, a Secretaria de Meio Ambiente do Estado autorizou um condomínio a abater cerca de 40 capivaras, depois que uma pessoa morreu.

Em Jundiaí há vários relatos de carrapatos encontrados em regiões de mananciais e de rios. Um deles na avenida 14 de Dezembro, outro próximo ao Parque da Cidade e o último no córrego do Jardim Samambaia, próximo da represa do Moisés.