Prefeitura proíbe acesso em área, depois de duas mortes

A Prefeitura da cidade de Cabreúva fixou placas proibindo a permanência de pessoas na região de manancial do bairro do Vilarejo, onde a Sabesp faz captação de água para abastecer a região. A decisão ocorreu depois que um homem e uma mulher morreram com suspeita de febre maculosa. Os dois faleceram no Hospital Regional de Jundiaí no último final de semana.

A Secretaria de Saúde do Estado comunicou a Prefeitura de Cabreúva sobre as suspeitas e requisitou medidas de proteção na área onde as duas vítimas estiveram.

O lago onde é feita a captação pela Sabesp tem acesso de várias pessoas. Agora haverá fiscalização também da Guarda Municipal. A Prefeitura e a Sabesp pretendem fechar o terreno, para evitar problemas.

A placa instalada pela Prefeitura alerta para o risco de contrair doenças por causa do carrapato estrela, que se fixa nas capivaras.

Em Itatiba a Secretaria de Meio Ambiente do Estado autorizou o abate de cerca de 40 capivaras depois que uma pessoa morreu em condomínio da cidade.

Em Jundiaí há relatos de pessoas que encontraram carrapatos estrela na Avenida 14 de Dezembro, na Vila Rami; nas proximidades do Parque da Cidade e ainda no bairro do Jardim Samambaia, próximo de um córrego.