TV Tem demite cerca de 50 profissionais

A TV Tem – afiliada da Globo – em Jundiaí, Sorocaba, Itapetininga, Bauru e São José do Rio Preto, iniciou um processo de demissão em massa, dispensando cerca de 50 profissionais, dentre cinegrafistas, repórteres e produtores.

Essa série de demissões, que teve início na semana passada, supera os últimos cortes de junho de 2017, quando 30 pessoas foram dispensadas de uma vez.

A pandemia do Coronavírus fez os anunciantes sumirem, como ocorreu em todos os setores da Economia, com quedas de receitas. Além disso, há a restrição do período eleitoral, que impede órgãos públicos de continuarem veiculando mensagens na programação.

O Jornalismo mais uma vez foi o que sofreu maior golpe. Em Itapetininga, que tinha jornais locais diários, teve a edição do almoço encerrada e as equipes demitidas. Agora as reportagens entram na edição regional de Jundiaí e Sorocaba, no Tem Notícias 1. Desde sábado os apresentadores anunciam as mudanças.

Houve dispensas de jornalistas em praticamente todas as praças onde a TV Tem possuí escritórios, inclusive em Jundiaí.

A emissora foi procurada, mas não respondeu até o fechamento dessa matéria.