PT define Daniela da Câmara como pré-candidata a prefeita

A arquiteta e urbanista Daniela da Câmara, 40, teve seu nome apresentado como pré-candidata a prefeita pelo Partido dos Trabalhadores de Jundiaí para as eleições de 2020.

Daniela coordenou o primeiro Plano Diretor Participativo de Jundiaí, quando foi secretária de Planejamento da cidade (entre 2013 e 2016), na gestão do então prefeito Pedro Bigardi.

O projeto reuniu centenas de cidadãos jundiaienses que, pela primeira vez na história do município, tiveram voz e voto sobre o que consideravam prioridade na questão urbana da cidade.

O presidente do partido na cidade, Ederson Felipe, conta que o nome de Daniela foi consenso entre a direção e os quase 2 mil filiados do PT em Jundiaí. ‘’Embora jovem, Daniela já tem uma trajetória de extrema importância em Jundiaí, não só pela coordenação do histórico Plano Diretor, que, naquele momento, mudou totalmente a forma de as pessoas entenderem e pensarem a cidade, mas também por sua inteligência e capacidade de compreensão em outras áreas”, disse Ederson.

Para ele, é uma honra e uma vitória para o partido ter mais uma vez uma mulher no campo majoritário. ‘’Tivemos Marilena Negro, que sempre foi um exemplo de trabalho e ética. Agora, além da Daniela, teremos mais mulheres que virão para compor a chapa na disputa ao Legislativo”.

Para a arquiteta, ser indicada como nome majoritário da chapa petista em uma cidade tão importante como Jundiaí é uma grande honra: “estou disponível para contribuir com a cidade de Jundiaí em torná-la justa e humanizada para todas as pessoas, essa é a minha formação enquanto arquiteta e urbanista e eu acredito nesta possibilidade”