Jundiaí testará crianças para COVID-19

Desde abril o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) de Jundiaí vem fazendo a testagem da população em geral para o novo coronavírus. Na sequência, o Inquérito Epidemiológico começou a testar os assintomáticos, com a testagem feita em endereços sorteados. E agora a pesquisa alcança as crianças e gestantes.

A pesquisa quer identificar a circulação da COVID-19 entre gestantes e seus recém-nascidos atendidos no HU, crianças e adolescentes menores de 18 anos atendidas na rede pública de Jundiaí, além das crianças do grupo integrante da pesquisa Zika Vírus, já realizada pela Faculdade de Medicina de Jundiaí.

“Mapear o avanço da doença é a ferramenta para combater a pandemia. Com o Inquérito Epidemiológico abrangendo as crianças e gestantes, será possível identificar circunstâncias para a contaminação pelo coronavírus que ainda não são conhecidas, como a transmissão de gestante para bebê e entre os familiares. São descobertas que auxiliarão o mundo todo”, argumenta o prefeito Luiz Fernando Machado.

Ao todo serão avaliadas 200 gestantes em trabalho de parto, e 100 crianças acompanhadas pelo projeto Coorte Zika Vírus atendidas pela equipe do HU de Jundiaí e região, além de 500 crianças sintomáticas e assintomáticas da rede de Atenção Básica de Saúde de Jundiaí.

As gestantes serão convidadas a participar da pesquisa a partir do atendimento no HU. No caso das mães ou crianças positivas para COVID-19, as famílias também serão testadas para identificar a o avanço do vírus e o potencial de transmissão. Já as crianças que fazem parte do projeto Coorte Zika, todas serão acompanhadas. As crianças e adolescentes serão convidadas a partir de atendimento na Rede de UBSs de Jundiaí.

A testagem da população tem sido ferramenta de destaque entre os países mais bem-sucedidos no combate à COVID-19. A Alemanha, por exemplo, testa 2,5% da população e é referência no enfrentamento à COVID-19. Jundiaí testará mais de 5% da população para mapear a circulação do vírus além de identificar outras questões, como formas de transmissão.