Cães da Guarda acham 2 mil porções de drogas

Os cães da Guarda Municipal de Jundiaí, Black e Pantera, que alegram as crianças internadas do Hospital Universitário através do projeto Cãoterapia, tiveram um papel fundamental na Vila Esperança e ajudaram a localizar 2 mil porções de drogas diversas.

Com ótimos faros, eles ajudaram seus condutores a localizar quase 2 mil porções de drogas, sendo só de maconha 3,3kg.

As equipes especializadas Canil e Apoio Tático da Guarda Municipal de Jundiaí realizavam o patrulhamento pela Rua Guilherme Augusto Baad quando receberam uma denúncia de que havia drogas escondidas em uma área de mata.

Rapidamente os cães Black e Pantera foram soltos para o faro e de imediato encontraram diversas sacolas com os entorpecentes totalizando quase 2 mil porções de drogas.

Ninguém foi preso.

Os guardas do Canil Madeira, Patriota, Edvaldo com o apoio de outras viaturas do Canil e Apoio Tático conduziram a ocorrência até o 4º DP.

Com a presença do Comandante da GMJ, os policiais civis contabilizaram quase 6 kg de drogas sendo 3,3 kg de maconha.

“Foi um excelente trabalho das equipes especializadas da GMJ que recebem constantemente denúncias de drogas escondidas. É importante que a população denuncie essa prática. Seu nome será mantido em sigilo absoluto, destaca o comandante Benedito Marcos Moreno.No último domingo, a mesma equipe do Canil encontrou no bairro Vista Alegre, cerca de meio quilo de maconha escondidas em um terreno baldio. Os cães tiveram novamente um papel importante. Participaram da ocorrência os seguinte guardas: Canil – M.Silva, Zaparolli, Francisco e De Souza, além do Apoio Tático – Jonas, Lima, Volpiani, Marassato, Pupo ,Silas,Relvy, Molero e Juliana

Texto e foto: Luciano Guerino