Moradores querem fim da “bagunça dos pipeiros”

Os moradores do bairro Alto de Campo Limpo, em Campo Limpo Paulista, estão pedindo para a Guarda Municipal comparecer em peso no próximo final de semana, para garantir a ordem e colocar “fim na bagunça dos pipeiros”.

O local, como um grupo de jovens definiu, era ponto de encontro para empinar pipas, mas de alguns meses para cá desviou de rumo.

Os moradores relatam que estão cansados de carros com som alto, consumo de bebidas e drogas, além de motociclistas com escapamentos abertos e empinando motos, sem falar nas linhas de cerol.

Várias mães e pais entraram em contato com o “Jornal da Região”, todos defendendo seus filhos e apontando que o local atrai os jovens para lazer. Uma delas disse que vai até na Justiça para garantir os direitos do filho e várias contestam a versão dos agentes municipais de que havia drogas no local.

O delegado Rafael Diório, da Polícia Civil, disse que abriu um Inquérito Policial (IP), para apurar todos os fatos.

Além do uso das linhas cortantes, um morador contou que não tem mais sossego. Querem invadir a casa dele para pegar pipas que são derrubadas.

“A gente que trabalha quer sossego, e não ouvir essas gritarias, músicas degradantes, motos e rachas nos finais de semana”.

A Guarda Municipal informou que vai montar operação no final de semana no bairro.

Um grupo de jovens que vai ao local para empinar pipas, que liberdade de lazer e defende ações da Guarda contra bagunça. Veja no final da matéria.