DAE vai instalar mais de mil pontos de água e esgoto no Balsan

Mais de seis mil metros de redes de água e esgoto serão implantados na região do Loteamento Balsan, área pertencente tanto a Jundiaí quanto a Várzea Paulista. “O que era um grande sonho nosso agora se torna realidade”, comemora o morador Expedito Aquino Manoel, representante da região.

Na última quinta-feira (13), o prefeito Luiz Fernando Machado e o diretor presidente da DAE, Eduardo Santos Palhares, informaram aos moradores, em reunião na sala de situação da Prefeitura, que as obras começam em setembro, com investimento de R$ 4,7 milhões. Mais de mil imóveis serão beneficiados. O anúncio foi acompanhado pelo vereador Márcio Pentecostes.

A execução das obras só foi possível graças à assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado entre o Ministério Público e as Prefeituras de Jundiaí e Várzea Paulista, com anuência da Sabesp, que vai alterar o limite de municípios, por meio de um projeto de lei, passando a área do Loteamento Balsan para Jundiaí.  O processo pode levar até dois anos e será feito comitantemente à execução das obras.

Dentro do limite de Jundiaí as obras serão executadas nas ruas Bastos, Travessa A, Rua da Mina, avenida Carlos Ângelo Mathion e Fumas rua Bastos. Já no limite do município de Várzea Paulista a execução será no Núcleo Balsan. A obra terá quatro fases, começando pela adutora de água e rede coletora nas vias e, posteriormente, nas vielas e escadarias.

De acordo com Palhares, as intervenções serão complexas e em grande parte realizadas manualmente por se tratar de uma região onde as ruas são estreitas. “Por isso, a comunidade será nossa maior aliada com apoio, compreensão e conscientização de que é um projeto para a saúde pública”. O prazo de execução de obras é de 11 meses.