Prefeito Henrique anuncia adiamento das aulas presenciais para 2021

O prefeito Henrique Martin assinou nesta quinta-feira decreto que mantém a suspensão das aulas presenciais em toda rede de ensino de Cabreúva, seja municipal, estadual ou particular, em 2020.

A decisão sobre o não regresso das aulas presenciais em 2020 foi tomada, como tudo feito em Cabreúva durante a pandemia, atendendo todas as questões da Vigilância Sanitária e embasada em orientações das autoridades de Saúde, além das participações do Conselhos de Saúde e Educação.

O Plano São Paulo estabelece que cabe aos municípios a decisão sobre o retorno das aulas presenciais.

Em Cabreúva, a Secretaria de Educação seguiu todas as etapas legais para tomar a decisão, como coletar parecer do Conselho Municipal de Educação, Conselho de Alimentação Escolar e Fundeb. Com o parecer concluído em mãos, ele foi, ainda, submetido ao Comitê Técnico para Gerenciamento de protocolos e fluxos de atendimentos do Coronavírus, ligado a Secretaria de Saúde.
Para não prejudicar o ano letivo dos alunos, as aulas em Cabreúva seguem no formato digital e de forma remota. Além disso, material didático e de apoio de forma apostilada para complementar o ensino dos alunos continua sendo distribuído pela pasta.

O prefeito Henrique Martin determinou na semana passada que o cartão-alimentação que beneficia mais de seis mil alunos da rede municipal pública de Cabreúva seja estendido até o mês de dezembro.

Cada aluno recebe o valor de R$ 60 mensais exclusivos para compra de itens de alimentação no comércio da cidade.