Motoboy preso por ‘lavagem’ de dólares em Itatiba

Os policiais militares da 2ª companhia do 49° Batalhão de Polícia Militar do Interior em Itatiba prenderam nesta quarta-feira (18) um motoboy que estava a serviço do crime organizado e foi indiciado por “lavagem de dinheiro” (dólares) de procedência duvidosa. Ele preferiu ser preso do que revelar quem é o dono do dinheiro.

Durante operação de fiscalização de trânsito pela Rua Comendador Franco, n° 499, área central de Itatiba, a equipe avistou uma motocicleta Honda/Twister e determinou sua parada.

Quando a motocicleta reduziu a marcha foi na direção do ponto indicado para estacionar. Porém, repentinamente aumentou a velocidade indo na direção do encarregado da equipe.

O motorista da equipe da PM, ao perceber tal atitude, empurrou a motocicleta para mudar seu trajeto e impedir que ela atropelasse o outro Policial Militar. Foi nesse momento em que o indivíduo desequilibrou-se vindo ao solo, sendo de imediato abordado e nele feita busca pessoal.

Foram localizadas uma porção de maconha e em sua carteira uma grande quantidade de cédulas de real, dólar americano e Euro.

Indagado à respeito dos objetos encontrados, alegou que a droga era para uso pessoal e que a quantia em dinheiro havia trocado em uma casa de câmbio, mas não havia recibo para confirmar a procedência das cédulas.

Diante dos fatos, indivíduo e objetos conduzidos ao Distrito Policial, onde foram contabilizados os valores e o peso do entorpecente, totalizando US$ 2.500,00 dólares, € 200,00, R$ 988,00, e 0.004kg de maconha.

O individuo, durante oitiva perante o delegado José Mário de Lara, alterou sua versão dada aos PMs, agora confessando que o dinheiro não era dele. Disse que estava apenas efetuando o transporte dos valores, não informando a quem pertencia e nem para onde estava levando, pois, caso falasse algo “cabeças iriam rolar”.

O delegado ratificou a a voz de prisão em flagrante delito, lavrando o BOPC de Lavagem de Dinheiro (Art. 1, L 9613/98), Porte de Entorpecentes (Art. 28, L 11.343/06), e Desobediência (Art. 330, CP), apreendendo o entorpecente e toda a quantia em dinheiro, mantendo o indivíduo preso à disposição da Justiça na Cadeia de Campo Limpo Paulista.

O Comandante do 49°Batalhão de Polícia Militar do Interior, tenente-coronel Malco parabenizou a Guarnição pela ocorrência.