Polytheama agora conta com ar-condicionado

Após melhorias que totalizaram R$ 1,4 milhão em investimentos, a Unidade de Gestão de Cultura (UGC) finalizou a instalação do ar-condicionado no Teatro Polytheama. A partir de agora, o equipamento cultural municipal passa a contar com novo sistema de refrigeração, que substitui o antigo sistema de ventilação. A novidade atende a uma antiga demanda desde a reinauguração do teatro em 1996, trazendo mais conforto, segurança e preservação para o teatro centenário.

Além da instalação do ar-condicionado, a UGC realizou diversas melhorias no teatro, como a retirada da cera antiga e aplicação de verniz antichamas nas madeiras, cortinas e ligas metálicas do palco, estrutura geral e nos camarins; adequações do palco, como troca da vestimenta cênica e inclusão da quarta coxia para adequação de rotunda; reelaboração do projeto elétrico; aquisição de ferragens para reforço da estrutura; pintura geral; instalação de azulejos nos banheiros públicos e dos camarins (intervenção prevista desde o projeto original); troca de vidros da marquise; requalificação da cabine técnica com troca de isolamento acústico; instalação de ar-condicionado e troca do mobiliário dos camarins; aquisição de novos mobiliários e espelhos para o hall de entrada; manutenção de todas as portas e substituição das barras antipânico; manutenção elétrica, de som e de luz; aquisição de novos bebedouros; limpeza da caixa d’água e desinsetização geral.

Para o gestor da UGC, Marcelo Peroni, instalação do ar-condicionado está inserida em série de melhorias. “A UGC aproveitou o período em que o teatro permaneceu fechado e deu andamento à série de intervenções que já vinha fazendo nos últimos anos. É importante ressaltar que além das obras evidentes ao público, como o ar-condicionado, e dos ajustes feitos por determinações do Corpo de Bombeiros, há inúmeras melhorias realizadas pensando nos artistas, como nos camarins, e toda a parte de instalações. Tudo feito a fim de dar a manutenção devida e com os cuidados necessários, já que se trata de um bem municipal tombado”.

O diretor do Departamento de Teatros, Wagner Nacarato, ressalta a importância da instalação do ar. “Esta era uma solicitação de todos os frequentadores do teatro, desde a sua reabertura em 1996. A UGC resolveu uma pendência de 24 anos e confere ao Polytheama o status de um dos grandes teatros do Brasil”.