Mãe coloca as filhas de 8 e 13 anos na prostituição

Uma mãe e um homem foram presos pela Polícia Militar (PM) de VINHEDO, sob a acusação de prostituição de menores e estupro, na tarde desta terça-feira (22).

O fato aconteceu na Avenida Brasil, no Jardim Brasil, local que era usado de ‘ponto de prostituição’ pela mãe das meninas, uma de 8 e outra de 13 anos.

A Polícia Militar recebeu a denúncia e foi averiguar. Eles flagraram a mãe ‘agenciando’ a filha de 8 anos, ao telefone, marcando um encontro. Questionada, ela confessou o crime e ainda disse que a filha de 13 estava ‘num programa’. Os policiais ficaram de tocaia e pegaram o indivíduo parando o carro e ainda beijando a menina. Ele foi preso em flagrante. No veículo dele foram encontrados dinheiro e envelopes de estimulante sexual. Todos foram levados para a Delegacia de Polícia.

Diante dos policiais, militares e civis, a mãe contou que diariamente ia até a Avenida Brasil onde os clientes levavam as crianças e ficavam com eles por três a quatro horas sem saber para onde iam. Assim que voltavam, marcava mais ‘encontros’. Ela cobrava de R$ 20 a R$ 50 por programa, e às vezes, trocava por comida ou mantimentos.

O homem detido, de 59 anos, morador do Bairro Capela, já tem acusação por estuprar a enteada de 12 anos. Ele está preso agora, por estupro de vulnerável. Já a mãe, foi encaminhada ao presídio em CAMPINAS, por favorecimento ao crime de prostituição de menores.

As crianças estão sob custódia da Assistência Social até que um parente seja contatado. Na nova sala especial de atendimento para vítimas da violência, no interior da Unidade Policial, a menina de 8 anos fez um desenho agradecendo a ação da Polícia ‘por salvá-la dos homens maus’ (veja imagem nesta reportagem).

Em posse do celular da mulher, a Polícia Civil vai investigar todos os contatos e verificar as conversas, e assim, rastrear os possíveis ‘clientes pedófilos’ que fizeram parte deste crime bárbaro contra duas inocentes crianças.

Texto: Jorge Koboskchi / Folha Notícias