Doria mantém plano de vacinação contra Covid-19 em SP

O cronograma de vacinação no Estado de São Paulo foi mantido pelo governador João Doria (PSDB), nesta segunda-feira (11).

“O governo federal não admite que não tem a data para início do programa nacional de imunização. E por que não tem? Porque insiste em amparar uma decisão cientifica, de saúde, em uma decisão de ordem política, para favorecer um interesse eleitoral ou ideológico de dizer esta vacina será a primeira”, disse João Doria.

Durante a coletiva de imprensa, o governo apresentou o esquema logístico previsto para os municípios, com algumas alterações no que já tinha sido divulgado na semana passada em reunião virtual com os prefeitos. A previsão de início da vacinação será no dia 25 de janeiro.

A vacinação irá ocorrer de segunda a sexta, das 8h às 22h, e de 8h às 18h aos sábados, domingos e feriados.

De acordo com o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, além dos 5.200 postos de vacinação já existentes nas cidades do estado, esse número deve ser ampliado para 10 mil com a utilização de escolas, quartéis da PM, estações de trem, terminais de ônibus, farmácias e sistema drive-thru.

Na 1ª fase, devem ser vacinadas 9 milhões de pessoas no estado. Como a CoronaVac prevê duas doses, estão previstas 18 milhões de doses para essa fase. Além de idosos com mais de 60 anos, serão contemplados os profissionais de saúde, indígenas e quilombolas.