Prefeitura se pronuncia sobre a greve na Rápido Luxo

Os motoristas e cobradores da Rápido Luxo Campinas paralisaram as atividades por tempo indeterminado, nesta quinta-feira (14), deixando a região de Jundiaí  sem transporte intermunicipal.

A Prefeitura de Campo Limpo Paulista enviou nota comunicando que vai tomar medidas judiciais em relação a empresa:

“A Prefeitura de Campo Limpo Paulista comunica que desde às 4 horas da manhã, assim como os demais trabalhadores da cidade, foi surpreendida pela paralisação da empresa Rápido Luxo Campinas, que descumpriu notificação da municipalidade, situação que não foi solucionada até o fechamento desta nota.

O Sindicato dos Rodoviários informou a possibilidade de greve parcial hoje, pela troca de convênio de saúde dos funcionários, fato que gerou notificação da prefeitura junto à empresa a Rápido Luxo Campinas, já na terça-feira, 12.

A Diretoria de Trânsito e Transporte de Campo Limpo Paulista emitiu notificação à Rápido Luxo Campinas para que, mesmo sob greve, não houvesse paralisação dos serviços. Dessa forma, em função do não cumprimento da determinação, a municipalidade adotará todas as medidas administrativas e judiciais cabíveis previstas em contrato, solicitando também uma intervenção judicial.

Lamentamos o ocorrido, temos cobrado da empresa o cumprimento do contrato e exigido melhorias em todas as linhas.”

SINDICATO

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, eles protestam contra a troca do convênio médico, que não estaria agradando a categoria. Em assembleia, os trabalhadores decidiram deflagrar a greve que atinge todas as linhas atendidas pela empresa: Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista e Cajamar.

A categoria está concentrada na garagem de Campo Limpo Paulista. As operações de Itupeva e Cabreúva estão normais.