Câmara de Itupeva cria dois canais de contato com a população

A Câmara Municipal de Itupeva já tem definido o calendário de sessões ordinárias para este ano, com o retorno marcado para o dia 2 de fevereiro.

No primeiro semestre serão 11 sessões, sempre às terças-feiras e, enquanto durar o período de pandemia e não houver garantia de segurança para todos os participantes, realizadas sem a presença física do público e no horário das 10 horas da manhã.

Por conta te feriados e pontos facultativos, algumas sessões tiveram a data alterada de terça para quarta ou quinta-feira, conforme costa no calendário. No primeiro semestre, a única exceção é na segunda sessão, marcada para o dia 19 de fevereiro (quinta-feira), por conta do Ponto Facultativo de Carnaval no dia 16.

Novidades para participação popular
A grande novidade para as sessões, já a partir da primeira, é que a Câmara está lançando dois novos canais de comunicação exclusivos para receber perguntas e tirar dúvidas sobre sessões, um número de WhatsApp e um e-mail.

Pelos novos canais, qualquer cidadão pode enviar perguntas e tirar dúvidas sobre os temas que serão discutidos na sessão ou, ainda, sobre sessões anteriores.

“Essa é mais uma ferramenta importante para o cidadão que quer acompanhar o trabalho da Câmara, porque mesmo que ele não possa acompanhar ao vivo, as sessões ficam gravadas no YouTube, então ele pode mandar perguntas antes ou mesmo depois, caso tenha alguma dúvida, que ele será respondido, seja pelos vereadores ou pelo setor responsável da Câmara”, explica o presidente da Casa, Edicarlos Candiani.

Com o objetivo de deixar ainda mais transparente e acessível o contato com a Câmara e a participação nas sessões ordinárias, os novos canais estarão disponíveis a partir do dia 1º de fevereiro.

Como enviar suas dúvidas
São dois novos canais, exclusivos para tratar sobre sessões ordinárias e extraordinárias, que se juntam aos canais de comunicação já disponíveis na Câmara:

·         E-mail: [email protected]

·         WhatsApp: (11) 4591-0506 – (Pelo WhatsApp, a pessoa pode também indicar se quer receber informações sobre a Câmara).