Cão da GMJ auxilia nas buscas de idoso desaparecido em Artur Nogueira

Equipes do Canil das Guardas de Jundiaí, Artur Nogueira, Itupeva e Atibaia, se uniram, na manhã desta quarta-feira (24), para a localização de um idoso de 74 anos, surdo e mudo, desaparecido desde o último domingo (21).

“Recebi um ofício encaminhado pelo comandante da GCM de Artur Nogueira solicitando o apoio do nosso Canil para as buscas ao senhor de 74 anos”, explica o comandante da Guarda Municipal de Jundiaí, Benedito Marcos Moreno. “Imediatamente colocamos à disposição as equipes e o cão especializado nas buscas de pessoas desaparecidas.”

Os guardas Gildomar Nascimento dos Santos Júnior, Rodolfo Campilongo da Silva Batista e Silvio Francisco Santos foram logo cedo à outra cidade, próxima a Campinas. Com eles, a fêmea Live, da raça Bloodhound, de 4 anos e meio, especialista em busca de desaparecidos.

“Colhemos o odor da vítima e passamos no cão para que ele pudesse farejar em uma área de canavial, onde o desaparecido foi visto pela última vez”, conta o GM Francisco, condutor do cão, que teve também o apoio nas buscas do Grupo de Buscas Sul Paulista, especializado em cães de faro.

Depois de uma intensa varredura no canavial, a vítima foi encontrada bem debilitada e desidratada. O idoso foi levado imediatamente para o Pronto Socorro Bom Samaritano, em Artur Nogueira, onde foi medicado e liberado para os familiares.

Os agentes da Guarda se emocionaram ao encontrar o desaparecido. Durante o percurso no canavial, os agentes se depararam com pegadas de onça, o que é comum naquela região, segundo guardas de Artur Nogueira.

A Gestora de Segurança Municipal, Coronel Carla Basson, destacou o trabalho das equipes e o compromisso das forças de segurança com a população. “São ações assim que a sociedade espera, com todos os esforços voltados para o bem comum, buscando salvar vidas e protegendo as pessoas”, disse a gestora.

Aproximadamente 20 guardas municipais estiveram empenhados nas buscas em Artur Nogueira.

Especialista em pessoas desaparecidas

A principal característica da raça Bloodhound (conhecido como Pluto) é a sua habilidade de farejar. O animal possui em seu nariz cavidades (onde os cheiros são identificados) maiores do que outros cães. O número de células receptoras olfativas são de quatro bilhões em um Bloodhound, contra apenas cinco milhões em um humano e 100 milhões em um coelho. Tudo isso faz do Bloodhound um verdadeiro mestre no quesito farejador.

Em 2020, o Canil da GM e a Live auxiliaram em cinco buscas em cidades da região de Jundiaí e Campinas.