Estado de São Paulo passa para a Fase Vermelha

O governador João Doria anunciou, nesta quarta-feira (03), a Fase Vermelha com medidas mais restritivas a partir de sábado (06) em todo o Estado de São Paulo. A medida vale até o dia 19/03, com 14 dias de restrições. As escolas vão continuar abertas atendendo os alunos.

Ele disse que as pessoas que não usaram máscaras e participaram de festas foram responsáveis por transmitir o vírus, colocando em risco a vida da população.

Doria criticou o presidente Jair Bolsonaro, por ser “negacionista” e “ignorar” a pandemia. Disse que a quantidade de mortes nos últimos dias é uma verdadeira “tragédia”, com mais de mil vidas perdidas por dia. Disse que o Estado está à beira de colapso nas redes de UTI.

Comentou que o presidente vem tratando de forma banal a vida. Ele disse que vai defender a vida.

“São Paulo vai combater a pandemia”, disse o governador. Ele comentou que está adotando medidas pela vida e não pela política. Disse que não recebe salário para o trabalho que faz. Que está lutando pela Vida e contra o negacionismo.

“Não terei medo de enfrentar as ameaças, para defender a vida da população”, comentou João Doria.

O que vai poder funcionar na Fase Vermelha

Farmácias
Mercados
Padarias
Açougues
Postos de combustíveis
Lavanderias
Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô
Transportadoras,
Oficinas de veículos
Atividades religiosas
Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria
Bancos
Pet shops
Serviços de delivery ou entregas