Estado de SP atinge a marca de 12 mil pessoas nas UTIs

O Estado de São Paulo chegou neste domingo  (21) a acumular 12.068 pacientes internados em leitos de Terapia Intensiva devido à COVID-19, número nunca antes registrado na pandemia. Há também 16.570 pessoas em leitos de enfermaria, totalizando 28.638 pacientes hospitalizados.
O número é 109% maior que o de quatro semanas atrás: em 21 de fevereiro, eram 13.665 internados em ambos os tipos de leito. Em Cabreúva uma família publicou nas redes sociais apelo para quem tiver influencia em algum hospital, para que consiga um leito de UTI para familiar, que já teve 75% do pulmão comprometido pela ação do Coronavírus.
Neste período, segundo a Secretaria de Saúde do Estado, as taxas de ocupação das UTIs subiram mais de 23 pontos percentuais tanto no Estado quanto na Grande São Paulo, alcançando os atuais 91,2%.
Em toda a pandemia, já são 2.306.326 casos confirmados e 67.558 vítimas fatais. Até o momento, 98% das 645 cidades de SP já tiveram pelo menos uma morte pela doença.
Hoje, o número de pessoas diagnosticadas e recuperadas ultrapassou 2 milhões de pessoas: já são 2.001.058, sendo que 229.345 foram internadas e tiveram alta hospitalar.
Está vigente até o dia 30 a Fase Emergencial do Plano São Paulo, com medidas mais duras de restrição, com a finalidade de garantir a assistência a vida e conter a sobrecarga em hospitais de todo o Estado, além de frear o aumento de novos casos, internações e mortes pelo coronavírus.
Devido ao recrudescimento da pandemia, o Governo de SP reforça a importância sobre o respeito ao Plano São Paulo e as medidas de distanciamento pessoal, uso de máscaras e higiene das mãos. É fundamental que a população fique em casa neste momento.
Prefeitos do Grande ABC pedem ao governador João Doria o lockdown em todo o Estado. Se não for anunciado nada nesse sentido nesta segunda-feira (22), eles pretendem adotar medidas restritivas próprias.
A relação de casos e óbitos confirmados por cidade, junto com o perfil, pode ser consultada também em: www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.