Espaços públicos de Várzea Paulista sofrem vandalismo

Nas últimas semanas, uma série de atos de vandalismo chamou a atenção de moradores de Várzea Paulista, preocupados com a depredação de espaços públicos importantes para a população. Dois parques sofreram depredação: o Parque Chico Mendes, no Jardim Paulista, e o Complexo Esportivo Kim Nozaki, do Jardim Promeca. Os vândalos quebraram um aparelho de ginástica ao ar livre, no Chico Mendes, entre outras coisas e fizeram outros atos ilegais. Outros espaços públicos varzinos também sofreram com essas práticas. Essas atitudes erradas têm chocado moradores da cidade.

No Parque Chico Mendes, a porta do banheiro foi danificada e o vidro da base da GCM (Guarda Civil Municipal) no parque foi quebrado; os vândalos também quebraram uma cadeira extensora, usada para ginástica, e alguns bancos de madeira, além de terem jogado lixo no chão. O Complexo Esportivo Kim Nozaki teve brinquedos quebrados e uma lixeira queimada. O bebedouro da fonte, construída na Avenida Bertioga recentemente, foi quebrado. Na Praça CEU, no Jardim do Lar, vândalos riscaram os vidros do CRAS Central e a tela da grade da quadra, na parte próxima ao portão, foi danificada.

Diversos moradores que usam esses espaços se manifestaram nas redes sociais bastante indignados com os novos casos de vandalismo. A Unidade Gestora Municipal de Infraestrutura Urbana da cidade pretende fazer os reparos necessários o mais rápido possível; nos próximos dias, alguns trabalhos já serão iniciados nesse sentido. A GCM (Guarda Civil Municipal) tem intensificado a ronda em torno dos espaços públicos da cidade, para evitar novos  casos.

Vandalismo é crime. Faça sua denúncia à GCM, pelos telefones 153 ou (11) 4596-7744. A ligação pode ser feita a qualquer hora, todos os dias da semana.