Ladrão de carro sofre acidente em Várzea Paulista

Um ladrão de carro, de 41 anos, sofreu acidente na tarde deste sábado (10) na Avenida das Lélias, no Jardim Bahia, em Várzea Paulista. Ele tinha roubado um Palio de morador do Jardim Santa Gertrudes, em Jundiaí e estava em fuga.

Um bombeiro civil que trabalha na cidade de Indaiatuba relatou à Polícia Militar que foi ultrapassado pelo ladrão em fuga na avenida e em seguida o marginal bateu o veículo roubado contra um barranco.

Ao se dirigir ao carro pela porta do motorista, viu que o ladrão estava com uma arma na mão. Ele fechou rapidamente a porta, desarmou o indivíduo e acionou a ambulância para o socorro.

Com a ajuda de populares, que estavam com cordas, conseguiram amarrar as mãos do ladrão até a chegada da Polícia Militar.

Nesse tempo chegou a ambulância da Prefeitura de Várzea Paulista que prestou atendimento ao indivíduo. Como estava em estado grave, foi removido ao Hospital São Vicente de Paulo, com suspeita de ter fraturado o fêmur.

Os policiais militares que atendiam a ocorrência foram informados pelo Controle da Polícia Militar (Copom) que a vítima estava prestando queixa pelo 190 do roubo de seu carro.

A vítima foi orientada a comparecer no Jardim Bahia e teve tempo de ver o assaltante sendo socorrido e reconhecendo como sendo o homem que o abordou.

Família rendida

O dono do Palio explicou aos policiais militares da cidade de Várzea Paulista que tinha parado em uma das ruas do Jardim Santa Gertrudes, próximo de um comércio.

O ladrão apareceu com uma arma nas mãos e anunciou assalto. Ele empurrou o ladrão para que desse tempo de sua mulher e a filha descessem do veículo, tentando protegê-las.

O assaltante pulou para o banco do motorista e deu partida, fugindo em direção de Várzea Paulista.

Foi aí que a vítima ligou para o 190.

O delegado do Plantão Regional de Polícia Civil, José Mário de Lara, determinou à investigadora Juliana a elaboração do boletim de ocorrência de flagrante de roubo de veículo.

A Polícia Militar ficará com um policial como escolta do preso no hospital, até que ele se recupere e seja encaminhado para a Cadeia de Campo Limpo Paulista, onde vai aguardar decisão da Justiça.

O dono do Palio teve de ligar para a seguradora, para que fosse mandado um caminhão rampa para recolher o veículo que ficou bastante destruído.

Devido às condições de saúde do assaltante os policiais não conseguiram descobrir mais detalhes de onde ele reside. Mas é natural de Jundiaí e tem 41 anos de idade.

Foto enviada pelo Motoboy Xororó