Nesta segunda é comemorado o Dia do Obstetra

Obstetra é o profissional da área médica responsável por cuidar da reprodução humana e ajudar mulheres a darem à luz da forma mais segura e confortável possível. Esse profissional deve garantir uma taxa elevada de nascimentos bem-sucedidos, além da proteção à vida das gestantes. E nesse dia 12 de abril, comemoramos o Dia do Obstetra.

O Hospital Universitário de Jundiaí é referencia em atendimento de urgência e emergência materno-infantil, com muitos profissionais voltados para a saúde da mulher e da criança. O obstetra e ginecologista, Dr. Juan Carlos Menacho Melgar, com 32 anos de profissão, está no HU desde sua inauguração em 2003 e realizou o primeiro parto na instituição. “O primeiro bebê que nasceu no HU, nasceu em minhas mãos, foi muito especial”, comentou.

Formado pela Faculdade de Medicina de Jundiaí, Dr. Juan ressalta que é sempre satisfatório fazer um parto. “Não tem mais nada gratificante do que participar de um momento tão especial como este, que é o nascimento de um bebê. Não tem como descrever a emoção”.

Dr. Juan já fez milhares de partos e quando perguntam para ele qual é o mais indicado ele responde. “O parto bem assistido seja normal, fórcipes ou cesárea respeitando todas as necessidades da gestante e do bebê”.

Mesmo com a pandemia, os números de partos no HU continuam iguais, sendo uma média de 300 por mês. “Estamos com o mesmo número de partos, mas com uma atenção maior e redobrando todos os cuidados para o profissional e para a gestante”, reforça ele.

Em algumas situações o obstetra se depara com situações adversas e de alto risco por complicações maternas ou fetais, e é preciso estar preparado para lidar com estas intercorrências e que todas estas situações sejam melhores absorvidas pela paciente.

Dr. Juan finaliza recomendando que a mulher deve procurar um obstetra assim que decidir ser mãe. “Na primeira consulta, o profissional conversa com a paciente sobre o estado geral de saúde e explica quais exames é preciso fazer e quais vacinas e vitaminas são importantes antes da gestação. No pré-natal, medimos os sinais vitais e pesamos a gestante, medimos a altura ou tamanho do útero, escutamos o coração do bebê, esclarecemos dúvidas, e muito mais”.