Várzea Paulista vai vacinar idosos com 63 anos contra a Covid-19

Nesta terça-feira (27), Várzea Paulista recebeu sua 18ª remessa de vacinas contra a Covid-19. O município foi contemplado com 1880 vacinas, divididas da seguinte maneira: 1130 unidades, para a 1ª dose de idosos de 63 anos e 750 unidades para a 2ª dose de idosos de 68 anos.

O agendamento para os idosos de 63 anos deve ser feito através do Portal do Cidadão, acessando este link (http://bit.ly/2Mgze8Y). O cadastro é nominal – deve ser feito apenas no nome do paciente que será imunizado. A medida foi tomada para evitar fraudes, já que pessoas fora da idade liberada ou de outros municípios estavam agendando horário para se vacinar em Várzea Paulista. Os munícipes devem atualizar o cadastro, já que a agenda aparece totalmente laranja para quem está fora dos parâmetros.

É obrigatório a apresentação dos seguintes documentos no dia da vacinação: documento oficial com foto, cartão do SUS e comprovante de endereço.

SEGUNDA DOSE

O agendamento da segunda dose não precisa ser feito pelo Portal do Cidadão. A marcação da nova data é feita no momento que o paciente recebe a primeira dose. O horário da vacinação é o mesmo da primeira dose. A Prefeitura solicita que os pacientes se atentem a este detalhe e não compareçam em horário livre, sempre com o intuito de evitar filas.

SUPORTE

A Prefeitura disponibiliza um telefone de suporte para que a população tire suas dúvidas, através do Corona-Fone, que atende de segunda a sexta-feira, das 7 às 18 horas. Os telefones de contato são (11) 4606-8134 e 4606-8135. Além do número de suporte para o agendamento da vacinação, no (11) 97281-9727 (incluindo WhatsApp).

ACAMADOS

A imunização dos idosos acamados continua a ser feita de forma domiciliar, mas ainda é necessário realizar o agendamento através do botão Cadastro para Pessoas Acamadas ou com Mobilidade Reduzida e aguardar contato da Unidade Gestora de Saúde. O link é https://tinyurl.com/4sfe3uwx.

SOLIDARIEDADE

No ato da vacinação, o cidadão varzino pode colaborar com a campanha “Uma dose solidária”, doando alimentos ou material de limpeza e higiene pessoal. As doações são encaminhadas ao Fundo Social de Solidariedade e posteriormente as famílias cadastradas em serviços sociais ou em situação de vulnerabilidade.