Temperatura continua em queda nos próximos dias

A cidade de São Paulo teve nesta quinta-feira (20) a madrugada mais fria do ano, com 11,7°C, em média. As informações são do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas). O recorde anterior para 2021 havia sido registrado um dia antes, quando os termômetros marcaram 12,8°C ao amanhecer.

A temperatura absoluta mais baixa registrada nesta quinta na capital paulista foi de 6,6°C, em Engenheiro Marsilac, extremo sul da cidade.

Após o amanhecer, o predomínio do sol provocou a rápida elevação das temperaturas e diminuiu a sensação de frio. Perto do meio-dia, os termômetros da estação automática de Interlagos (zona sul) marcavam 23,2°C , segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). A máxima nesta quinta deverá chegar a 27°C.

O CGE alerta para a baixa umidade relativa do ar, abaixo de 30% nas horas mais quentes. “Alerta-se ainda que o tempo seco e estável dificulta a dispersão de poluentes, além de favorecer a formação e propagação de queimadas, o que prejudica a qualidade do ar nos grandes centros urbanos”, diz o departamento.


Na sexta-feira (21), o dia também deverá começar com frio. A previsão é de que a temperatura fique em torno de 13°C durante a madrugada. Mais tarde, porém, a máxima pode atingir 28°C . Não há previsão de chuva.

Segundo o Inmet, as chuvas só deverão cair sobre a capital no fim de semana. No sábado (22), a previsão é de muitas nuvens com possibilidade de chuva isolada. A mínima será de 16°C e a máxima de 27°C.

Já o domingo deverá ter céu nublado com pancadas de chuvas . Os termômetros deverão oscilar entre 18 °C e 22°C.

Os sete sistemas de represas que abastecem a Grande São Paulo estão com 57,4% de seus volumes armazenados, de acordo com a Sabesp. Um dos principais mananciais da região, o Cantareira, recebeu 20,5 milímetros de chuva em 20 dias de maio. Isso equivale a 26,5% da média histórica para o mês, de 77,4 milímetros.

%d blogueiros gostam disto: